segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Vida sendo vida

Eu gosto do tempo. Concordo com Caetano, acho que ele é um dos deuses mais lindos. Fez um mês. Há trinta dias eu saí de casa sem procurar e achei você - de vermelho, como todo mundo, com os olhos doces como só os seus. A partir dali não houve uma música alegre que não me fizesse pensar em você, mesmo você não gostando de músicas alegres. Faz sol e o clima está bom. Me sinto leve depois de tanto tempo. Tomara que você, do seu jeito, esteja se sentindo feliz também. Obrigada pela mudança que você promoveu em mim em algumas horas naquele dia. Obrigada por me fazer sentir bem sabendo da sua presença nas outras 720 horas seguintes.
Eu gosto do tempo.