quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Poesia emprestada

Quando faltam palavras em mim, sorrio por ter a sorte de conhecer outras que vão muito além do que eu pudesse expressar. Obrigada, Guimarães Rosa.
'O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
Aperta e daí afrouxa,
Sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário